White Paper

A importância do Estudo de Análise de Viabilidade Econômico-Financeira para projetos industriais

Março 2016

Um dos fatores indispensáveis para o sucesso de um novo negócio é o seu planejamento detalhado no que concerne ao conhecimento do mercado no qual se pretende atuar. De acordo com o relatório do SebraeSP1, o principal motivo de mortalidade dos empreendimentos nascentes é a falta de planejamento. O estudo constatou ainda que das empresas que fecharam as portas nos primeiros cinco anos, 61% não procuraram auxílio para iniciar o novo negócio, além de não terem buscado informações básicas, como valores de investimento inicial e capital de giro necessário para os primeiros anos de operação. Um dos pilares do planejamento, que nortearão as decisões estratégicas a serem empregadas, é a análise de viabilidade econômico-financeira.

+ Leia Mais

Desenvolvimento de Projetos Industriais com a CERTI

Janeiro 2016

Não é possível sequer iniciar a abordagem desse tema sem considerar a seguinte máxima: “O foco nos requisitos do cliente é fundamental para garantir o sucesso e a qualidade durante a realização de projetos industriais”. De fato, a Fundação CERTI atua há mais de 30 anos no suporte à indústria nacional e durante todo esse tempo, reuniu um grande conhecimento na área de criação e melhoria de processos produtivos. As equipes responsáveis pelo desenvolvimento de projetos sentiram, no decorrer dos anos e a cada trabalho concluído, a necessidade de utilizar uma metodologia específica para a construção de fábricas e processos produtivos. Para isso, a CERTI, utilizando toda experiência acumulada, desenvolveu a metodologia SDPI (Sistemática para Desenvolvimento de Projetos Industriais).

+ Leia Mais

Logística Reversa aplicada à indústria eletroeletrônica

Novembro 2015

A indústria de eletroeletrônicos representa 4,3% do PIB brasileiro, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica – ABINEE. Dentro deste cenário, muitos produtos são descartados de maneira incorreta e carregados de componentes tóxicos. Este problema é intensificado pelo relativo curto ciclo de vida dos eletroeletrônicos, que chegam à obsolescência mais rapidamente devido à introdução de novas tecnologias ou à indisponibilidade de peças de reposição. Após o fim de sua vida útil, esses produtos passam a ser considerados, segundo lei vigente, de Resíduos de Equipamentos Eletroeletrônicos (REEE).

+ Leia Mais

A Diretiva RoHS Aplicada à Equipamentos Eletromédicos

Setembro 2015

A primeira revisão da Diretiva RoHS (Restrição ao Uso de Substâncias Perigosas) foi lançada em 2002 e colocada em vigor em 2006. Nesta versão, equipamentos eletromédicos eram deixados de fora das necessidades de eliminação de substâncias nocivas. No ano de 2010, foi lançada uma revisão da Diretiva, chamada RoHS 2 ou RoHS R​ecast.​Nesta revisão, foram introduzidas algumas alterações. Entre as mais fortes está a inclusão dos equipamentos eletromédicos com um cronograma para entrada em vigor. Lançaram-se ainda, após a RoHS 2, uma série de publicações, incluindo novas exceções que permitem o uso de substâncias em determinadas aplicações, e foram adicionadas novas substâncias.

+ Leia Mais

A Metodologia de Melhoria Contínua da CERTI

Julho 2015

O Kaizen, ou melhoria contínua, é uma ferramenta que se mostrou eficaz nas empresas que buscam cada vez mais aumentar a sua competitividade, por meio da melhoria contínua de seus processos produtivos. O grande desafio para as empresas que buscam a implantação do Kaizen é determinar onde, quando e como aplicar a ferramenta.

+ Leia Mais

Confiabilidade - Testes e análises de desempenho térmico de componentes de placas eletrônicas

Maio 2015

A temperatura é um parâmetro fundamental associado com o desempenho e com a confiabilidade de produtos eletrônicos. O desempenho elétrico de componentes eletrônicos pode estar relacionado a diferentes tipos de parâmetros elétricos. Falhas de desempenho (fora dos limites de especificação) geralmente não originarão um componente totalmente não operacional, e devem, portanto, ser caracterizadas geralmente pelo comprometimento da funcionalidade elétrica resultante dos desvios dos parâmetros.

+ Leia Mais

Tendências para Automação Industrial do Futuro

Fevereiro 2015

Mergulhados nos contextos históricos de (re)evoluções industriais transcorridos na era moderna, incluindo nesse breve período de tempo as inovações mais recentes em automação industrial, encontramo-nos hoje em um ponto crítico desta linha do tempo. Necessariamente, muitas perguntas surgem aos empresários, em uma janela de tempo cada vez menor para tomadas de decisões estratégicas fomentadas pela alta velocidade de acesso às informações. Para onde vai o mercado? Como se adaptar às velocidades crescentes e às novas tendências de mercado? Como as soluções em automação de processos industriais poderão permitir maior controle e eficiência em processos produtivos?

+ Leia Mais

Aplicação de técnicas de análise de projeto voltadas à excelência (DfX) em placas eletrônicas

Dezembro 2014

O principal objetivo a ser atendido durante o projeto de uma placa eletrônica é o atendimento aos requisitos técnicos e normativos decorrente da aplicação do produto. Entretanto projetos competitivos devem fazer uso de uma sistemática diferenciada atentando aos princípios de desenvolvimento integrado de produto, processo e qualidade (engenharia simultânea). Porém, em muitos casos, percebe-se que o desenvolvimento do processo produtivo e da garantia da qualidade industrial inicia-se após a finalização do projeto. Isso pode acarretar em grandes custos associados à fabricação e teste do produto que podem ser decorrentes da necessidade de processos adicionais, do baixo rendimento do processo (yield) ou da dificuldade de identificação de defeitos ou falhas.

+ Leia Mais

Desenvolvimento de estratégia de testes para placas de circuito

Outubro 2014

A demanda do mercado por produtos cada vez menores e com mais funcionalidades, levou à miniaturização dos componentes eletrônicos e aumentou a complexidade das placas de circuito impresso (PCB). Este cenário criou vários desafios para os engenheiros de testes, que passaram a ter que testar mais funcionalidades em uma placa cada vez mais susceptível a defeitos.

+ Leia Mais
Apoio Financeiro:


Idealizador: